Brasília -
loader-image
Brasília, BR
3:23 am,
temperature icon 19°C
céu limpo
Humidity 94 %
Wind Gust: 0 Km/h
21 de abril de 2024 - 3:23h
Parceiros
Brasília - 21 de abril de 2024 - 3:23h
loader-image
Brasília, BR
3:23 am,
temperature icon 19°C
céu limpo
Humidity 94 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

A guerra do Rio

#compartilhe

Da coluna desta terça, 01

Atualização, terça, 11h – Sérgio Cabral foi traído pelo destino. A maioria das  fotos e vídeos exclusivos publicados pelo rival Anthony Garotinho saíram dos celulares da mulher do governador do Rio, Adriana Ancelmo. Como arapongagem  ou traição estão descartadas, um político carioca fez a rota da denúncia: Em 2009, Adriana teria enviado o material para a amiga Jordana  Kfuri, então mulher do empresário Fernando Cavendish, dono da Delta. Com a morte de Jordana e um filho seu na queda do helicóptero na Bahia em 2011 o material  ficou com a família dela, que nunca perdoou Cabral pelo acidente, como incentivador da viagem.

Com farto, exclusivo e considerado bombástico material em mãos, Garotinho não perdeu tempo e divulgou. Por ora, ele é candidato ao governo do Rio em 2014.

Além de Cabral, os secretários Wilson Carlos (Governo), Régis Fichtner (Casa Civil) e Sérgio Cortes (Saúde) aparecem em fotos com Cavendish em Paris. Estão na mira da CPI.

Na manhã desta terça, a polícia foi chamada ao Leblon por uma empregada doméstica porque um apartamento cujos donos viajavam foi arrombado. Trata-se da residência do vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, secretário de Obras do governo e pelo qual passaram os contratos de dezenas de obras da Delta Construtora, empresa no olho do furacão da CPI do Cachoeira.

Pezão e a mulher estavam na Itália desde semana passada. O casal chegou esta manhã ao Rio e foi para o hospital, porque a esposa do vice sentiu-se mal e passa por cirurgia num hospital da cidade.

Pezão ainda vai ao apartamento para relatar à polícia o que foi levado. O prédio tem apenas três andares e nenhuma câmera de vigilância. Somente o apartamento do vice foi arrombado. De acordo com as primeiras informações, não há relatos dos vizinhos.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

3 comentários em “A guerra do Rio”

  1. Queria saber aonde esta a policia federal que ainda nao prendeu sergio cortes e cia…. pq???? sergio cabral proteje todos esses secretarios porque fazem parte da quadrilha…
    tem muita corrupcao na saude…. todos sabem… precisamos acabar com isso…
    cabral precisa deixar o governo e os secretarios irem presos… ja e um comeco…\

  2. Nao existem coincidencias nesse “mundo”. O recado foi dado e quem tem C* tem medo. Agora, Não devemos esquecer que Cabral e Garotinho e Cia ja foram aliados e quem esta ameaçado de perder milhoes, bilhoes..e o Cavendish que não acredito va afundar sozinho, portanto e so fazer as contas..

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.