Now Reading:
A volta do ‘telefone vermelho’

Desde 14 de Agosto, após a reunião no Palácio do Planalto quando o GSI e a Abin apresentaram os softwares cGov e o CriptoGov aos principais assessores de ministros – como revelou ontem a Coluna – muitas pastas acionaram o ‘modo de segurança’ dos telefones que estavam abandonados pelas excelências. Mas o Itamaraty se blindou há mais de ano, e utiliza o chamado ‘telefone vermelho’ (não pela cor, mas pelo tom de importância do diálogo) para comunicação das embaixadas com o Ministério das Relações Exteriores em Brasília. O que pode ter dificultado o monitoramento dos EUA.

EXPLICADO. É por isso que, no organograma da denúncia do Fantástico, a NSA monitora apenas Dilma e os ministros, mais descuidados. Não há registro de espionagem diplomática.

ZZzzzz. O ‘modo de segurança’ dos telefones dificulta qualquer rastreamento que eventualmente ainda seja feito pela NSA americana.

LEMBRETE. cGov é um sistema que blinda a conversa por telefone, mas só vale quando o interlocutor também o usa. Em qualquer escuta, o araponga só ouve ruídos. O CriptoGov é um drive, também desenvolvido pela Abin em pesquisa de anos, que codifica as mensagens de e-mails. O gabinete presidencial já o utiliza.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.