Now Reading:
Acordo no Senado com aeronautas evita apagão aéreo

Acordo no Senado com aeronautas evita apagão aéreo

Um acordo selado no plenário do Senado evitou novo apagão aéreo nos próximos dias.

Pilotos e comissários ameaçavam cruzar os braços se os senadores não incluíssem na MP 863/18, que abriu 100% do capital das empresas aéreas, uma emenda que resguarde os postos de trabalho para tripulantes brasileiros.

A emenda foi derrubada durante a votação da MP na Câmara Federal – isso abria alternativa para as companhias, que poderão ter aporte estrangeiro, contratarem tripulação dos países de origem dos investidores.

Após pressão do Sindicato Nacional dos Aeronautas, senadores anunciaram acordo que prevê a votação desta ressalva na Lei Geral do Turismo – em debate na Comissão de Constituição e Justiça – e depois no plenário.

 “Sem a referida ressalva” diz o comandante Tiago Rosa, secretário-geral do SNA, pode haver “transferência de rotas hoje operadas por brasileiros para empresas estrangeiras”.

Vem aí a aérea Globalia, de capital europeu, que vai operar rotas domésticas no Brasil. A empresa terá de contratar tripulação brasileira, se o projeto dos aeronautas vingar.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.