Now Reading:
AGU reverte decisão de mineradoras de encerrar auxílio em Mariana

AGU reverte decisão de mineradoras de encerrar auxílio em Mariana

Há duas semanas, antes do início do julgamento da ação coletiva na Justiça de Manchester, na Grã Bretanha – iniciado ontem, na qual vítimas (pessoas e empresas) pedem indenização de R$ 26 bilhões à BHP/Samarco – a Fundação Renova tentou uma maldade contra os beneficiários do auxílio emergencial em Mariana. A entidade, bancada pelas mineradoras, quis cortar a ajuda financeira mensal.

A Advocacia Geral da União soube do caso e agiu rápido, impetrou ação na 12ª Vara Federal de Belo Horizonte, e teve ganho de causa para manter o auxílio às vítimas do rompimento da barragem. O crime ambiental deixou 19 mortos, e uma vila inteira desapareceu. A Europa inteira está de olho no resultado do julgamento.

A Renova alegou que alguns beneficiários do programa não apresentaram contrapartidas combinadas, mas também não apresentou provas.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.