Now Reading:
André Vargas afronta Estatuto do PT e fica isolado

André Vargas afronta Estatuto do PT e fica isolado

Ao se desfiliar do PT e manter o mandato de deputado federal, o ex-todo poderoso do partido André Vargas contraria o próprio Estatuto que ajudou a escrever. O Artigo 14, Parágrafo IX é claro: ‘Deveres do filiado – renunciar ao mandato eletivo no caso de desligamento do Partido’. A direção do PT também trata o caso com desdém. O Artigo 79 prevê que o diretório de Londrina deve ‘ajuizar representação perante a Justiça Eleitoral para decretação de perda de mandato’. E seu suplente deveria tomar posse.

Parceiros . Não há notícia de que o PT tenha pedido o mandato de Vargas, alvo da PF por tráfico de influência e ligações muito suspeitas com o doleiro preso Alberto Youssef.

No bolso. O PT, segundo o Estatuto, também pode multar Vargas por descumprimentos das cláusulas. Pode cobrar-lhe nada menos que um ano de salários como deputado.

Alvo fácil. Vargas teria usado indevidamente nomes de grãos petistas para convencer Youssef a bancar seus passeios, é o caso de Alexandre Padilha, que promete processá-lo.

Leia a íntegra da Coluna aqui

1 comment

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.