Now Reading:
Artigo: O Musée Marmottan e a exposição “Les Impressionnistes en Privé”

Artigo: O Musée Marmottan e a exposição “Les Impressionnistes en Privé”

Les Imp Prive 1

Por Pedro Nonato

A exposição segundo Marianne Mathieu, diretora adjunta do Musée Marmottan e organizadora da exposição “Les Impressionnistes en Privé”.

Qual é a especificidade deste evento?

O encontro é importante porque este ano o museu comemora seus 80 anos. Para este aniversário, homenageamos os colecionadores, que estão na origem da nossa instituição, quando tudo começou em 1957 com o legado considerável de Mme. Donop de Monchy, notadamente a obra “Impression, Soleil Levant”, cujo nome batizou o movimento impressionista.

Portanto, para nós foi natural colocar os colecionadores e os descendentes dos artistas no centro de nossa abordagem e mostrar que, sem seus gestos de generosidade, o museu não seria esta referência na pintura impressionista.

Como os quadros que ocupam as paredes da exposição foram escolhidos?

Esta seleção rigorosa, efetuada com cinquenta colecionadores do mundo inteiro, retoma toda a história do impressionismo, primeiramente com paisagens de Corot, Jongkind ou Eugène Boudin, em seguida vêm os anos 1870, com cerca de dez pinturas que abrangem as carreiras de Monet, Pissarro, Morisot, etc.

Depois, 1880-1890, período de articulação no qual surge a identidade criativa própria de seus membros e, por fim, destaque para a última obra de mestres que excedem os limites do impressionismo como, por exemplo, nos remetemos a Nymphéas de Monet, por exemplo, que abriu o caminho para outras revoluções modernas como a arte abstrata.

A Exposição:

Exclusivo, o percurso oferece a possibilidade de descobrir obras oriundas de coleções privadas, assim, a maioria nunca foi contemplada ou apreciada pelo grande público.

Entre essas obras-primas, a monumental Plage de Bénerville, de Eugène Boudin, ou o retrato de uma jovem anônima de Berthe Morisot, uma raridade quando sabemos que a artista, quase sempre insatisfeita, destruiu diversos quadros de sua autoria.

A Meule de Pissarro ou a excepcional Petite danseuse de 14 ans esculpida por Degas também são exemplos de peças de coleções privadas dignas dos maiores museus.

Musée Marmottan

2, Rue Louis-Boilly

16ème arrondissement

Telefone: 01 44 96 50 33

www.marmottan.fr

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.