Now Reading:
Cármen Lúcia deixa o STF sem rever ‘extravagâncias’ da magistratura

Cármen Lúcia deixa o STF sem rever ‘extravagâncias’ da magistratura

A ministra Cármen Lúcia deixa a presidência do Supremo Tribunal Federal sem cumprir a promessa alardeada quando tomou posse do cargo há dois anos. Prometera rever as “extravagâncias” da magistratura como o auxílio-moradia. Não o fez.

A legalidade do pagamento do benefício chegou a ser discutida durante a gestão de Cármen Lúcia, mas foi retirada de pauta em março e se arrasta na Câmara de Conciliação da Advocacia-Geral da União.

Estudo da Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara Federal mostrou que, até agosto, a despesa com auxílio-moradia atingiu quase R$ 1 bilhão – foram R$ 973,5 milhões.

Mas numa manobra ‘tabajara’, em acordo com o Planalto, o STF topou acabar com o auxílio-moradia dos magistrados em troca do reajuste do salário para 2019.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.