Now Reading:
Caso de desembargadora que postou notícias falsas sobre Marielle segue a passos lentos

A investigação da desembargadora Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) Marília Castro Neves, que divulgou nas redes sociais falsas notícias sobre a vereadora Marielle Franco (Psol-RJ), se arrasta no Conselho Nacional de Justiça.

À Coluna, assessoria do CNJ posiciona que o prazo para manifestação da magistrada já se esgotou: “Entretanto, por estarem em segredo de justiça, não é possível obter mais informações a respeito da tramitação”.

Coluna também indagou o CNJ se algum magistrado fora punido por manifestações nas redes sociais. Sem resposta até o fechamento desta edição.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.