Now Reading:
Categorias se unem e desafiam diretor da PF

Categorias se unem e desafiam diretor da PF

O Diretor-Geral da Polícia Federal está perdendo o apoio das categorias da corporação.

Numa reunião inédita há dias, a ADPF (dos delegados), Fenapf e Fenapol (dos agentes), que sempre se estranharam, cobraram em público ao diretor geral Leandro Daiello a negociação da reestruturação salarial que travara na gestão Dilma Rousseff, sobre reajuste para as categorias.

Daiello, da sede da PF, entrou em viva-voz convidando o grupo para conversar no gabinete, e ninguém aceitou. Todos já tinham informação sigilosa de que ele não conseguiu avançar com Michel Temer.

Os delegados pediam R$ 3,6 mil e devem ficar, no melhor cenário, com R$ 3 mil de reajuste; e os agentes viram cair o prêmio de R$ 2 mil para R$ 1,8 mil.

Da malsucedida reunião por telefone nasceu a lista tríplice que a ADPF dos delegados, categoria do próprio Daiello, entregará a Temer pedindo a cabeça do DG.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.