Now Reading:
Comunicado – Posicionamento da Coluna sobre a matéria ‘Governo oficializa aborto e paga R$ 443 pelo SUS’

Comunicado – Posicionamento da Coluna sobre a matéria ‘Governo oficializa aborto e paga R$ 443 pelo SUS’

Há poucos dias o Ministério da Saúde e a Presidente Dilma Rousseff soltaram nota na página no Facebook para desmentir a Coluna Esplanada sobre o título ‘Governo oficializa aborto e paga R$ 443 pelo SUS”

 

A COLUNA ESPLANADA, em respeito aos 29 jornais/portais parceiros e aos leitores, e para elucidar o fato, vem informar:

 

1. Não há mentira qualquer na publicação do título supracitado, do dia 23 de Maio. O editor ratifica, portanto, o publicado.

 

2. O Ministério da Saúde foi procurado insistentemente por e-mail e telefone na véspera da publicação e não se posicionou –  desdenhando da Coluna a ponto de um assessor nos informar que havia outras demandas a responder e não daria tempo. Soltou nota no dia seguinte diante da repercussão.

 

3. Na portaria anterior o Ministério da Saúde descrevia o procedimento ‘curetagem’, e na nova portaria (nº 415) oficializou o aborto com o eufemismo ‘Interrupção do parto’ , e paga o valor de R$ 443 pelo SUS, conforme neste link – http://bit.ly/1jC6H68.

 

4. Nos métodos hospitalares e medicinais (Conselho Federal de Medicina e CRM) a Curetagem é um procedimento utilizado para a raspagem da cavidade uterina após a prática de aborto. Portanto, anteriormente à Portaria 415, a ‘curetagem’ não tratava de aborto, e agora o DO oficializa o termo ‘interrupção do parto’ – palavra mais branda para a polêmica expressão.  

 

5. Pelo título chamativo – que não traz mentira alguma – e pelo calor do debate suscitado, provavelmente muitos leitores – inclusive assessores do governo – se ativeram à chamada e não atentaram para a matéria publicada, bem explicativa: segundo a portaria, há três motivos claros para o aborto e a Coluna levantou o debate de que há brechas para interpretações jurídicas amplas.

 

6 – O papel do repórter e da imprensa é questionar, suscitar debate, investigar. Neste sentido, a repercussão no dia seguinte, ouvindo dois renomados juristas, está aqui – http://bit.ly/1jHWiGb .

 

5. Também enviamos no dia da publicação a todos os jornais os trechos do DO da União.

 

Estamos abertos a críticas e sugestões de todos os leitores, mas lamentamos um posicionamento partidário-eleitoral por parte do próprio governo federal, em não reconhecer um fato, num claro desrespeito ao jornalismo noticioso e independente da Coluna Esplanada e de seus veículos.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.