Now Reading:
Concessão do Aeroporto de Confins aterrissa na Justiça

Concessão do Aeroporto de Confins aterrissa na Justiça

A concessão do Aeroporto Internacional de Confins (Belo Horizonte) vai completar um ano mês que vem sem ter decolado, e o caso parou na Justiça, confirma a Infraero.

Todas as obras estão paralisadas, por decisão do consórcio Marquise/Normatel. A estatal rescindiu o contrato em Janeiro deste ano, e abriu nova licitação. Mas o consórcio recorreu na 22ª Vara de Justiça do Distrito Federal, cujo juiz deu liminar a favor da concessionária, que pediu a suspensão do cancelamento do contrato.

Enquanto isso, sofrem os passageiros num dos terminais mais apertados do País.

Desde Fevereiro o caso está sub judice, e a Infraero informa que, ‘no momento, ainda aguarda decisão da Justiça para a retomada do empreendimento’.

O que se esboça de acordo é a sub-rogação dos contratos pela concessionária, para a BH Airport executar a obra e pedir reembolso à União.

1 comment

  • Vivaldi Cunha

    Absurdo. A justiça não trabalha? Os senhores juízes terão que ser impedidos de viajar de avião para cumprirem com celeridade aquilo para o que são regiamente pagos? O que podemos fazer a não ser protestar?

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.