Brasília -
loader-image
Brasília, BR
7:52 pm,
temperature icon 22°C
céu limpo
Humidity 53 %
Wind Gust: 0 Km/h
19 de junho de 2024 - 19:52h
Parceiros
Brasília - 19 de junho de 2024 - 19:52h
loader-image
Brasília, BR
7:52 pm,
temperature icon 22°C
céu limpo
Humidity 53 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

Corrupção na FIFA: Transações Miami-Assunção entregaram esquema

#compartilhe

Não foi apenas o cerco a ex-dirigente da FIFA em Nova York – o qual usou escuta da polícia em reunião da entidade. Há anos o departamento de Justiça dos Estados Unidos vem monitorando as transações financeiras da Traffic, de J.Hawilla, o vilão da operação do FBI na FIFA.

Foram as operações entre a conta da empresa, no Delta Bank de Miami, com a conta da Conmebol, no Banco do Brasil em Assunção, que chamaram a atenção dos investigadores pelos altos valores.

Foram transferidos para o Paraguai US$ 49 milhões entre 2004 e 2011 –  US$ 12 milhões em 2004, US$ 3 mi em 2006, mais US$ 12 mi em 2007, US$ 5 mi em 2010, US$ 17 mi em 2011.

Os promotores ficaram curiosos com as operações para a tríplice fronteira do Sul. Segundo inquérito da promotoria criminal de Nova York, foram valores para compra de direitos de transmissão e pagamento de propinas a dirigentes.

Confira aqui o inquérito de 164 páginas.

O volume de transações foi tão alto até ano passado que o FBI cercou Hawilla em Miami e o pressionou a entregar o esquema. Ele está retido nos EUA e usa tornozeleira. A tese de membros da CBF citada ontem na Coluna foi confirmada pelo advogado de Hawilla. Pego pelo FBI, ele passou as informações. Foi o pivô de toda a operação.

No inquérito o ex-presidente da CBF José Maria Marin foi citado 23 vezes; a Traffic tem 222 registros; CBF mencionada 35 trechos. E há detalhamento das transações.

1 comentário em “Corrupção na FIFA: Transações Miami-Assunção entregaram esquema”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.