Now Reading:
CPI causa bate-boca no plenário da Câmara

CPI causa bate-boca no plenário da Câmara

Da coluna desta sexta, 11

Os deputados Chiquinho Scorcio (PMDB-MA) e Miro Teixeira (PDT-RJ) quase foram às vias de fato no plenário da Câmara, na quarta-feira, às 19h45, mas protagonizaram um MMA verbal com dedos na cara. Chiquinho, ao defender a convocação de repórteres na CPI: “Não sou contra a imprensa, mas contra maus jornalistas”, em referência a uma revista na qual fora citado. Miro, integrante da CPI do Cachoeira, soltou um “Não fala merda!”. “Miro, me respeite!”, avançou Chiquinho de pé, alterado. Sentado, o pedetista não se intimidou e disse que se sentiu atingido. O interlocutor encerrou: “Se a carapuça serviu..”. Miro deu de ombros para não incendiar.

A turma do deixa disso, oito deputados sentados, não precisou agir e assistiu atônita. Entre eles o líder do PDT, André Figueiredo (CE), e Junior Coimbra (PMDB-TO).

Miro, ex-ministro da Comunicação, é conhecido defensor da imprensa responsável. Chiquinho foi chamado de araponga pela publicação, anos atrás, sem provas.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.