Now Reading:
Dal Agnol doou R$ 280 mil de dinheiro da fraude para candidatos

Dal Agnol doou R$ 280 mil de dinheiro da fraude para candidatos

O advogado Maurício Dal Agnol (CPF final 190-91), foragido da PF acusado de golpe de R$ 100 milhões em clientes, tentou eleger bancada suprapartidária de aliados em três instâncias. O dinheiro da fraude foi usado para doações de R$ 280 mil a diferentes partidos em 2010 e 2012. Foram R$ 125 mil distribuídos para quatro candidatos a deputados estaduais e dois federais do PSDB, PCdoB, DEM, PV e PDT – todos perderam. Em 2012, ajudou candidatos a vereadores e prefeitos do PT, PDT, PPS e PMDB, com R$ 95 mil, e deu mais R$ 60 mil para o comitê estadual do PT.

Rastros políticos. Com os documentos apreendidos, a PF rastreia o dinheiro e possíveis contas em paraísos. Já há indícios de que o dinheiro doado para as campanhas é oriundo do golpe.

Só um. Dal Agnol só viu eleito o prefeito de Passo Fundo (RS): Luciano Azevedo (PPS) recebeu R$ 25 mil. Cândida Rosseto (PT), de Barra Funda, levou R$ 5 mil, mas perdeu.

HC à vista. Acusado de reter dinheiro de indenizações de clientes contra telefônicas, Dal Agnol pode se entregar, porque já tenta habeas corpus. A Interpol e o FBI estão atrás dele.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.