Now Reading:
Empreiteiras doadoras do PT querem controlar os portos

Empreiteiras doadoras do PT querem controlar os portos

Após elaborar planos de concessões de estradas, ferrovias e aeroportos, o governo prepara mudança na lei para ceder os portos para as empreiteiras doadoras de campanha do PT. Camargo Correa e Odebrecht, as mais generosas, criaram empresas para o setor e cobram. A presidente Dilma trata o assunto discretamente. Em março, conversou com Marcelo Odebrecht no AeroDilma rumo a Cuba. Ontem, recebeu o presidente da Camargo, Luiz Ortiz, e depois o ministro dos Portos, Leônidas Cristino.

Marco

O marco regulatório para a concessão já está em análise na Casa Civil. O ministro Leônidas, que nem aparecia no Planalto, já foi visto três vezes lá no último mês.

O óbvio

Para conceder, a presidente tem ouvido o empresariado interessado, a fim de confirmar a demanda. Foi cobrada por eles na reunião com os 28 grandes investidores neste mês.

Dois lados

As duas empreiteiras, que também doam para o PSDB, deram R$ 12,5 milhões para a campanha do PT em 2010: R$ 8 milhões da Camargo e R$ 4,5 milhões da Odebrecht.

Muy amigos

Já é notório que Dilma Rousseff ficou irada com o resultado da concessão dos três aeroportos recentemente. Nas hostes petistas a explicação é que as empreiteiras investiram milhões em estudos e equipes, sonhavam controlar os terminais e perderam. Agora, pressionam o governo para controlar os portos e compensar as perdas.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

 

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.