Now Reading:
Estelionatário brasileiro pode ter doado para a campanha de Obama

Estelionatário brasileiro pode ter doado para a campanha de Obama

O FBI vai investigar o estelionatário brasileiro Douglas Augusto de Lima Santos, 21, preso em flagrante em Brasília. Há suspeita de que ele usou cartão clonado de uma multinacional para doar para a campanha de reeleição do presidente dos EUA, Barack Obama. Na carteira de Douglas foi encontrado um cartão da Casa Branca, com autógrafos de Obama e da primeira-dama. Tradicionalmente, o documento é dado a quem tem o privilégio de pagar mais de US$ 40 mil para um jantar com o presidente.

Dupla da pesada

Preso na quarta pela Polícia Civil num hotel da capital, Douglas foi transferido ontem para o presídio da Papuda, onde toma banho de sol o contraventor Carlinhos Cachoeira.

Última escala

Hacker universitário, Douglas morava em Nova York, onde abriu empresa fantasma. Ele voltaria na terça após visitar a família em Goiânia. Já teria gasto US$ 15 milhões.

Turbulência

No primeiro depoimento, revelou que pagou US$ 40 mil num jatinho Londres-NY. A polícia quer saber se há outros brasileiros no golpe. Um frete desse trecho sai por mais.

Mané do Ano

Abusado o 171 goiano. Por coincidência, foi detido em Brasília um dia depois da abertura da Conferência Ciências Forenses em Multimídia, que reuniu os maiores peritos do país. Virou o alvo preferido da PF.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.