Now Reading:
Fé e tensão em Copacabana

Não é a mobilidade urbana com a mudança do lugar da missa do Papa amanhã que preocupa autoridades do Rio. O governador recebeu informes da cúpula de segurança de que pode haver confronto. Protestos de variados grupos – e na esteira deles, os vândalos devem aparecer – foram programados para Copacabana. ‘Guaratiba é tão longe que não ia nem manifestante. Agora vai todo mundo para a praia’, diz à coluna o vice-governador Luiz Fernando Pezão. Um terço do efetivo policial da capital vai para Copa.

JESUS É BOPE. Quinta, hora do almoço, um restaurante lotado de jovens da Jornada no Centro do Rio gargalhou. ‘Ele está entre nós’, gritou um. Era um policial com o nome Jesus na camisa.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.