Brasília -
Brasília, BR
17°C
céu limpo
25 de junho de 2022 - 1:05h
Rádios parceiras
Brasília - 25 de junho de 2022 - 1:05h
Brasília, BR
13°C
céu limpo
Rádios parceiras

Governo não faz ideia se há brasileiros em apuros no Afeganistão

Foto: Agência Brasil
#compartilhe

O Governo e o Itamaraty continuam perdidos no assunto. Não há uma informação oficial, hoje, se há brasileiros no Afeganistão, quais e quantos são – e neste ato passivo, só eventual reclame público de alguma família pode ajudar.

O Brasil não tem embaixada no país, e acompanha da embaixada no Paquistão a situação de caos e fuga.

De acordo com um documento usado para a sabatina do embaixador do Brasil no Paquistão, em 2019, o Ministério das Relações Exteriores (MRE) registrava 10 brasileiros no Afeganistão.

O Afeganistão tinha embaixada em Brasília desde 2012, considerava o Brasil como principal parceiro na América Latina, mas, sem reciprocidade, fechou a unidade em 2015. As relações com o Brasil passaram a ser tratadas pela Embaixada afegã em Washington (EUA).

Ontem, após a confirmação pelo Estado Islâmico da autoria do atentado em Cabul, o presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, deputado Aécio Neves (PSDB-MG), pediu procedimentos ao MRE para ajudar afegãos a obterem vistos.

Mas por ora não há notícias de nenhuma autoridade da Comissão requerendo ao Itamaraty informações sobre brasileiros por lá.

Há esforços pontuais . A presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Renata Gil, reuniu-se na quarta-feira com o Aécio para discutir a ajuda às 270 juízas do Afeganistão ameaçadas pelo Talibã. Entidades representativas da magistratura em diversos países têm se mobilizado para pressionar os governos a acelerar a concessão de vistos.

Atualização 30/8, 14h25 – Em nota enviada à Coluna, a assessoria do Itamaraty informou que “desde a deterioração da situação no Afeganistão, fez contato com cinco brasileiros, dos quais dois solicitaram auxílio para sair do país. Tem sido prestado o apoio mais amplo possível”

O Itamaraty também destacou que a “situação dos brasileiros no Afeganistão constitui, neste momento, prioridade para a assistência consular”, e que “foram amplamente divulgados os dados de contato da Embaixada do Brasil em Islamabad, que tem a representação do Brasil junto ao Afeganistão e a jurisdição consular sobre o território afegão, e da Divisão de Assistência Consular, para identificar e apoiar brasileiros que precisem urgentemente de auxílio”.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.