Brasília -
loader-image
Brasília, BR
3:03 am,
temperature icon 19°C
chuva leve
Humidity 94 %
Wind Gust: 0 Km/h
21 de abril de 2024 - 3:03h
Parceiros
Brasília - 21 de abril de 2024 - 3:03h
loader-image
Brasília, BR
3:03 am,
temperature icon 19°C
chuva leve
Humidity 94 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

Guerra ambiental

#compartilhe

A presidente Dilma Roussef estaria disposta a desarmar os fiscais do Ibama. Os agentes ambientais estariam mais preocupados em ostentar armas de grosso calibre a cuidar da verdadeira função, que é a de fiscalizar o meio ambiente. O tema provocou uma ampla discussão dentro do órgão, com opiniões variadas sobre o porte de arma de fogo.

4 comentários em “Guerra ambiental”

  1. Difícil entender o que pensa a cabeça da nossa presidente. Será que nossa querida não ver as notícias na internet e nos jornais.
    Dilma, esses desmatadores, garimpeiros ilegais, enfim, infratores da lei, eles estão cada vez mais se armando. Veja as armas que são apreendidas desses marginais, e veja tambem um fato que ocorreu recentemente em que garimpeiros clandestinos (BRASILEIROS), emboscaram e mataram dois soldados da Guiana Francesa que patrulhavam proximo a fronteira com o Brasil.
    Não desarme aqueles que estão do lado certo Presidente, antes, dê treinamento a eles para que possam cumprir bem a sua missão.
    Acredito no seu bom senso. Abraço!

  2. Em certas regiões o porte de armas é necessário, em outras, não. Além disso certos colegas não estão preparados para ter um porte de armas ou portá-las. Imagenem, já vi rambos babacas desfilando armados dentro da sede do IBAMA em Brasília. Esses imbecis não podem portar armas!!!!!! Toma deles, Dilma!!!!!!!!

  3. Enio Ronalsd de Almeida Cardoso

    Quem será que vai enfrentar os desmatadores e caçadores, a polícia federal? HAHAHA, acho que querem mesmo é acabar com o patrimônio ambiental do Brasil, será que a presidenta sabe disso? ou será que é realmente planejada essa ação, isso começou com a regulamentação do artigo 23 da constituição , que quem fiscaliza é quem licencia, o problema do Brasil é a hipocrizia,
    quem vai tocar conta das unidades de conservação federais do brasil, mais de 8% do território nacional, para tomar conta da portaria do prédio do ibama e do icmbio tem um guarda armado (de empresa terceirizada) para tomar conta de criminosos ambientais, os ficais vão de burduna e estilingue,
    acho que deveriam ter coragem e acabar com os órgãos de proteção ambiental e não fingir que estão cuidando do meio ambiente
    veja nos EUA como os rangers andam , será que estão desarmados, será que a mente brilhante da presidenta não ve isso?.
    vou ao banhaeiro vomitar
    desculpe

  4. Aquiles contra os troianos

    Mais uma demonstração de autoritarismo de nossa Presidenta e de seu comprometimento com o “desenvolvimento a qualquer custo”. Parece que não vai ter fim até a extinção do órgão, processo iniciado imediatamente após o concurso de 2002, quando os Analistas Ambientais advindos do primeiro concurso do órgão trouxeram oxigenação e modernização a serem somados à grande experiência com as questões ambientais. A nova postura do IBAMA a partir daí tem provocado todo um movimento reacionário capitaneado pelo agrobusiness e de políticos de relações promíscuas: divisão do IBAMA e ICMBio (dividir para conquistar!), criação do Seviço Florestal Brasileiro e alteração do Código Florestal determinando a competência estadual na questão florestal, transformação do Código Florestal e Código do Agronegócio, regulamentação do Artigo 23 tirando do IBAMA a supletividade na fiscalização ambiental. Enquanto o mundo inteiro sinaliza para a o tratamento das questões ambientais de forma mais sistêmica o Brasil vai no caminho oposto, fragmentando a gestão e municipalizando o licenciamento e a fiscalização, de forma arrogante e autoritária. Comportamentos típicos da Presidenta, da Ministra de Meio Ambiente e do Presidente do IBAMA.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.