Now Reading:
Guiana e França humilham Brasil em ponte na fronteira

Guiana e França humilham Brasil em ponte na fronteira

A ponte inacabada na fronteira do Amapá com a Guiana em Oiapoque, cuja inauguração será dia 12 por pressão do presidente francês sobre Dilma Rousseff, é uma pista aberta para a bandidagem de outros países. Não há qualquer controle de entrada de estrangeiros pelo lado brasileiro, informa o SindiReceita, dos Analistas Tributários. Ano passado, uma equipe do sindicato constatou no local a vergonha nacional: do lado Guiano, há 90 agentes e policiais em ação, aduana ativa, câmara frigorífica para transbordo e fiscalização fitossanitária. Do lado brasileiro, nada.

Contramão. Dilma e o colega François Hollande vão participar da inauguração. Mas o governo não construiu guaritas, aduana ou posto para a PF do lado de Oiapoque.

Tudo liberado. O governo só tem três auditores da Receita num posto da fronteira – o mínimo seria o dobro – onde o vaivém do contrabando e de estrangeiros é feito em canoas no rio.

1 comment

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.