Now Reading:
Infraero despeja o Aeroclube do Brasil, fundado por Santos Dumont

Infraero despeja o Aeroclube do Brasil, fundado por Santos Dumont

Em uma semana triste para a aviação do Brasil, a Justiça do Rio determinou na quarta, 13, a desocupação em até 30 dias do Aeroclube do Brasil (ACB), em hangares do Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio. A sentença do juiz vem do processo de despejo que a Infraero move contra a entidade há mais de um ano. Fundado por Alberto Santos Dumont em 1911, o centenário Aeroclube tornou-se ícone da aviação civil, escola de milhares de pilotos e agora cederá lugar a funcionários da estatal remanejados do Aeroporto Internacional do Rio, com a concessão do terminal para a iniciativa privada.

Trâmites. Decisão do juiz Paulo Espírito Santo, da 2ª Vara Federal, processo nº 9444-9720144025101. Interventor do ACB, José Parreira diz que os advogados vão recorrer.

Aluguel caro, não. Os hangares são cedidos desde a década de 70 para o ACB, ‘porém não foi possível a regularização da ocupação por meio de convênio não oneroso’, explicou a Infraero.

Ocupação. A Infraero informa que ‘parte da área será utilizada para realocar aproximadamente 189 empregados’ que atuavam no Galeão. O juiz manda provar, do contrário cai a sentença.

Comoção na pista. O despejo gerou comoção entre aeronautas e historiadores. ‘O ACB foi o verdadeiro berço de uma multidão de aeronautas’, diz o decano comandante Hamilton Lourenço.

Leia a íntegra da Coluna aqui

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.