Now Reading:
La Tour D’Argent em ascensão

Por Pedro Nonato *

O La Tour D’Argent está novamente em ascensão e fico muito feliz com isso porque, além de vizinho, sou seu cliente há mais de 35 anos e fã de carteirinha de seus magníficos salões que proporcionam uma excelente vista do Sena e da Catedral de Notre Dame.

Fundado em 1582, é tido como um dos mais antigos restaurantes do mundo e era frequentado pelo rei Henri III – dizem que foi lá que ele aprendeu a usar o garfo – e também por Richelieu – que haveria tomado café pela primeira vez no local.

Sua adega é uma das mais completas e famosas do mundo, com cerca de 500.000 garrafas avaliadas em milhões de Euros e vigiada 24 horas por dia, 7 dias por semana e que, durante a ocupação alemã na Segunda Guerra, foi alvo da cobiça de Hermann Göring, mas seus proprietários conseguiram esconder a maior parte de seu tesouro atrás de paredes falsas.

Suas pièces de résistance são as receitas à base de patos – o restaurante mantém sua própria granja onde cria suas aves – e seu prato mais famoso é o Caneton Tour d’Argent, criado em 1890 por Méchenet e que a cada vez que é servido, recebe um “cartão” com um número sequencial – este ano deve bater a casa de 1.300.000 pratos servidos.

Em 1996 o Guide Michelin o deixou de classificar como um três “estrelas”, rebaixando sua cotação para duas e, 10 anos depois, para apenas uma em 2006, ano no qual Claude Terrail – que havia herdado o restaurante de seu pai – faleceu.

Hoje quem o administra é sua viúva e seu filho André Terrail – possui o mesmo nome de seu avô, pai de Claude – e que vêm lentamente recuperando seu brilho, atraindo talentos para suas cozinhas e salões e, principalmente para a clientela que, entre outros, tinha Elizabeth II, Winston Churchill, John Kennedy, Mikhail Gorbachev, além de mim, é claro.

Há quem diga que o Tour D’Argent serviu como inspiração a cenas do desenho animado Ratatouille e que, com isso, recebeu um inesperado impulso publicitário (outros dizem que foi o Taillevent a inspiração do desenho).

* Publicitário, colaborador correspondente da Esplanada na Europa

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.