Now Reading:
“Le Brésil Rive Gauche” no Le Bon Marché de Paris

“Le Brésil Rive Gauche” no Le Bon Marché de Paris

Por Pedro Nonato *

No dia 10 de abril será inaugurada no Le Bon Marché a exposição “Le Brésil Rive Gauche”, que apresentará o melhor da criatividade do Brasil – segundo o “grand magazin”, o melhor do país do “tudo bem” – ao melhor estilo do Bon Marché Rive Gauche que, como amante fiel da melhor estética e precursor de tendências, sempre apreciou trazer e difundir as culturas do mundo para a França.

O Brasil será homenageado com essa exposição fantástica que reunirá três diferentes temas em perspectiva: “Brasil em paisagens”, de Pedro Varela; “Brasil em imagens” – a TV Globo vista por Bertrand Planes e “Brasil homenageado”, por Vincent Fournier.

“Brasil em paisagens” será exposta nas vitrines da Rue de Sèvres e, exclusivamente entre os dias 5 a 10 de abril, Varela realizará uma intervenção “ao vivo”, apresentando seu universo lúdico, parte psicodélico, parte retrô, entre a arquitetura urbana e a vegetação exuberante, habitado por formas abstratas criadas com adesivos em vinil azul, amarelo, vermelho e verde – uma arte onde encontramos tanto a potência da cor das colagens de Matisse quanto a maneira com que os grafiteiros brincam com o espaço.

“Brasil em imagens” será exposta na passarela do 1o. piso e traz a obra de Planes, que é um video-grafista francês que altera os objetos, brincando com novas tecnologias para conceber projetos com temas transversais que lançam um olhar relevante sobre a sociedade contemporânea.

Para esta mostra ele criou uma vídeo-instalação monumental com 38 telas instaladas na passarela da Rue du Bac, que transmitirão imagens selecionadas a partir dos arquivos da Rede Globo e que oferece aos visitantes dois níveis de leitura: uma galeria de imagens que retratam a sociedade brasileira e que, vistas da rua, formam um relógio digital com a hora no Rio de Janeiro.

“Brasil homenageado” será exposta na galeria do piso -1 e nela Fournier mostrará sua incrível série sobre Brasília, prestando assim uma justa homenagem a um dos maiores projetos de Oscar Niemeyer, falecido em dezembro do ano passado.

“Trinta anos após sua concepção, a cidade cresceu de tal forma que nunca irá corresponder ao projeto original. Seu tombamento como Patrimônio Cultural da Humanidade da UNESCO, em 1987, fixou a imagem de Brasília como o ideal de futuro do passado” – afirma Fournier para descrever sua série gráfica, semi-cinematográfica, que se tornou objeto de um maravilhoso livro editado pela Be-Pôles.

E, durante toda a duração da exposição, que se encerrará no dia 22 de junho, haverá no andar térreo, o espaço “Viagem ao Brasil”, patrocinado pelos Hotéis Fasano e pela TAM.

Mas para não ficar só nas artes, o Le Bon Marché vai trazer mais de 120 marcas brasileiras que unem a atitude cool dos cariocas com o estilo sofisticado e super-urbano dos paulistas em moda feminina, masculina e infantil, beleza, design, objetos para a casa e gastronomia e, parta fechar com chave de ouro, “pop-up stores” de Adriana Barra, Granado & Phebo, Lá da Venda, Melissa e Osklen.

Essa temporada brasileira no Le Bon Marché tem tudo para encantar os parisienses aficionados pelo Brasil, os “pariocas”, como são conhecidos aqui na terra de Molière.

* Publicitário, correspondente colaborador da Esplanada na Europa

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.