Now Reading:
Luiz Estêvão se filia ao PRTB e prepara volta à política

Luiz Estêvão se filia ao PRTB e prepara volta à política

A despeito dos direitos políticos cassados até o ano que vem, o ex-senador Luiz Estêvão começa a se mexer para voltar ao cenário político, talvez em 2018.

Ele vai deixar o PMDB do Distrito Federal e se filiar ao pequeno PRTB, a convite do presidente da legenda, Levy Fidelix, que esteve na capital nesta quarta para conversar com o empresário.

“É uma deferência de Levy, de quem sou amigo há muitos anos. Meu objetivo é trabalhar a organização de um grupo político”, revela Estêvão à coluna. Ele ainda não avisou a decisão ao PMDB mas a decisão está tomada. “Há muito tempo eu e Levy estamos amadurecendo a ideia”, complementa.

Estêvão evitou no entanto revelar o propósito da troca, mas indicou que tem a ver com as tratativas do PRTB para 2014. “O que não significa que vou assumir o partido no DF”. Mas terá o papel, de acordo com o tratado com Fidelix, de levantar filiar nomes conhecidos na capital na legenda.

Fidelix disse à coluna que Estêvão estaria preparando uma de suas filhas para lançá-la candidata a deputada federal ano que vem. O empresário confirma o interesse do partido, mas nega. “Nenhum filho meu será candidato em 2014”.

Sobre a pretensão de fortalecer o PRTB em Brasília, para tratativas de palanque regional e presidencial daqui a um ano, Estêvão evita declarações que possam comprometer a sua estratégia. “Política é uma atividade em que tudo pode se conversar até uma semana antes da campanha”, sentencia, e em seguida deixa o mistério: “Política é uma arte em que você pode falar tudo, menos o que você pensa”.

Os rumos do PRTB são incertos em 2014, mas Fidelix já se movimenta. Conforme a coluna revelou, ele conversa com o PSB de Eduardo Campos em São Paulo e, chateado com o rumo atual do governo Dilma, de quem é aliado, pode desembarcar na chapa socialista. Nesta quinta à noite, Levy leva ao ar o programa nacional do PRTB em rede nacional de televisão. Vai criticar a política econômica – na linha de Campos – e até citará que a presidente tirou de suas propostas a desoneração da cesta básica.

Estêvão, o novo aliado no DF, porém é mais cauteloso: “Quem apostar hoje de olhos fechados o que vai acontecer daqui um ano, vai embarcar numa canoa furada. É muito cedo, assim é política, sempre foi assim”.

Ex-deputado distrital e senador eleito em 1998, Luiz Estêvão foi o primeiro senador da História cassado, em Junho de 2000, por quebra de decoro após envolvimento nas denúncias de superfaturamento na construção do Fórum do Trabalho de São Paulo, realizada por sua empreiteira. O caso ficou conhecido como escândalo do Juiz Lalau – Nicolau dos Santos Neto.

Desde então, Estêvão concentrou suas atividades no ramo empresarial, de construção civil em especial. Há poucos meses, bancou uma festa milionária para uma de suas filhas em Brasília, na qual teria pago pelo menos R$ 600 mil só para a apresentação de um DJ internacional.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.