Now Reading:
Ministério Público investiga possível irregularidade em carnaval de Minas

O Carnaval da pequena Araguari em 2014, em Minas, entrou na mira do Ministério Público do Estado. Uma fundação municipal arcou com despesas de R$ 750 mil de estruturas e shows, e ainda permitiu empresa privada a lucrar com venda de espaços.

A parceira faturou com venda de alimentos e cotas de patrocínios em cima de shows de Luan Santana e Henrique & Juliano, mas com cachês pagos pela prefeitura.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.