Brasília -
loader-image
Brasília, BR
11:21 am,
temperature icon 22°C
céu limpo
Humidity 43 %
Wind Gust: 0 Km/h
17 de julho de 2024 - 11:21h
Parceiros
Brasília - 17 de julho de 2024 - 11:21h
loader-image
Brasília, BR
11:21 am,
temperature icon 22°C
céu limpo
Humidity 43 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

Ministros de Bolsonaro perdem força na corrida para o STF

Foto: VIVA ABC
#compartilhe

Na avaliação de fontes do Judiciário consultadas pela Coluna, os nomes esquentados na mídia ligados diretamente ao presidente Jair Bolsonaro, como o ministro da Justiça, André Mendonça, e o ministro da Secretaria de Governo, Jorge Oliveira, não têm envergadura para uma vaga no Supremo Tribunal Federal.

Mendonça se queimou em Brasília com a revelação do dossiê contra funcionários classificados de esquerdistas; e Oliveira é um militar, o que não é de bom agrado das hostes e cúpula do Judiciário. A conferi.

O jurista Ives Gandra, católico e conservador, está no radar do presidente Bolsonaro para outra vaga confirmada do STF, com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio.

O Sistema

A iminente indicação de novo ministro para o STF pelo presidente da República remete, novamente, a críticas do modelo de escolha que empodera o chefe da nação. O Brasil tem o mesmo sistema dos Estados Unidos e outras grandes democracias. Mas há exemplos diferentes e, digamos, mais pluralistas e democráticos bem perto.

Na Bolívia, os ministros das Cortes são escolhidos por conselho de 7 notáveis de setores da sociedade. No Equador, há sistema misto: os ministros são escolhidos por votos dos Poderes Executivo, Legislativo, mas também com aval ou não de uma Câmara de representantes da sociedade civil.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.