Now Reading:
MP de olho em Eike

 O MP Federal em Campos, litoral Norte do Rio, instaurou procedimento para investigar suposta formação de milícias e a violação de direitos humanos na retirada de 800 famílias que moram em áreas compradas pela EBX de Eike Batista, onde ele vai erguer o Porto de Açu. Muitos teriam sido expulsos por violência, e sem indenização.

Denúncias que chegaram aos promotores dão conta de que grupos de policiais à paisana têm percorrido as casas e ameaçado moradores, além de seguranças armados não identificados. Alguns despejos foram realizados sem ordem judicial.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.