Now Reading:
MPF cerca redes sociais sobre venda facilitada de abortivos

MPF cerca redes sociais sobre venda facilitada de abortivos

O comércio de abortivos tem ambiente favorável nas redes sociais do Brasil, com venda facilitada. A constatação está em ação civil pública ajuizada pelo MPF, nas mãos do procurador Fernando de Almeida Martins, com pedido de tutela de urgência para o Ministério da Ciência e Tecnologia.

A pasta é responsável pela coordenação do Comitê Gestor de Internet no Brasil, agora cercado para aprovar resolução cobrando dos provedores das redes sociais – Facebook, Instagram, WhatsApp, Google Brasil – a criação e implementação de “diretrizes/políticas proibitivas específicas para o comércio online”.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.