Brasília -
Brasília, BR
nuvens dispersas 30°C
nuvens dispersas
28 de fevereiro de 2024 - 18:22h
Rádios parceiras
Brasília - 28 de fevereiro de 2024 - 18:22h
Brasília, BR
nuvens dispersas 30°C
nuvens dispersas
Rádios parceiras

Neoenergia investe R$ 4,6 bi na rede de cidades turísticas do Sul da Bahia

Foto: Leandro Mazzini
#compartilhe

Apontado pelo trade turístico nacional como segundo destino mais procurado do Brasil, Porto Seguro, no litoral Sul na Costa do Descobrimento, ganhou uma repaginação visual na sua famosa Passarela da Cultura na orla do Centro. A Coelba, subsidiária de distribuição da Neoenergia na Bahia, acaba de aterrar a fiação secular de mais de 30 postes na área.

O visual é outro, mais clean, e mais seguro, notam os visitantes das barraquinhas de bebidas e lojas de artesanatos. Ao todo, nos últimos anos, a Neo investiu R$ 4,6 bilhões em cidades turísticas do litoral baiano.

A obra do centro de Porto foi visitada de perto no fim de julho por jornalistas de seis países que participaram da 16ª edição do e-mundi (encontro mundial da imprensa), uma press trip que abrangeu a cidade e os distritos de Caraíva e Trancoso. Foram 12 repórteres de renomados jornais como El País (Uruguai), El Universal (México), Clarín (Argentina), Revista Visão (Portugal) e outros veículos nacionais.

Foto: Leandro Mazzini

Em Caraíva, a vila secular conhecida como 1º vilarejo do Brasil, a fiação é toda subterrânea nas vielas de areia onde não há calçadas ou ruas (nem carros). Ali o investimento foi de R$ 10 milhões nos últimos meses para reforçar quatro mini subestações, garante o gerente regional Sul da Neoenergia Coelba, Guilherme Marcelino. Não por menos. Caraíva se tornou um point internacional com visitas diárias de gente de todo o mundo.

Mais ao Norte do litoral, houve outro investimento pesado da empresa de distribuição de energia. Em Morro de São Paulo, 3º destino turístico mais visitado na Bahia, a Neoenergia Coelba constrói nova linha de distribuição subaquática com 4,5 quilômetros de extensão do continente à ilha.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.