Now Reading:
Paes na fila da excomunhão política

Ao deixar na mão a cúria da Igreja do Rio, sem patrocínio e com todo o prejuízo da Jornada Mundial da Juventude, após a diocese trocar o megaterreno em Guaratiba, na Zona Oeste, por Copa, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) entrou na lista de risco de excomunhão política. Foram os párocos da região, populosa, de maioria católica e fiel da balança nas eleições quem deram vantagem ao pemedebista nas duas eleições vitoriosas. O prefeito chegou a despachar numa sacristia durante a última campanha.

FILA DA HÓSTIA. Candidato, Paes frequentou missas seguidas na Zona Oeste, citado nas homilias. A turma da batina anda revoltada, e se esquecida de vez, promete retaliar na próxima.

Leia a íntegra da coluna nos jornais (ao lado)

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.