Now Reading:
Pajelança da Igreja evitou Funai nas mãos do agronegócio

Pajelança da Igreja evitou Funai nas mãos do agronegócio

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) ligado à Igreja fez pressão e, aliado a outras entidades, conseguiu evitar que o staff do presidente eleito, Jair Bolsonaro, incluísse a Fundação Nacional do Índio (Funai) sob o guarda-chuva do Ministério da Agricultura, conforme ventilou pelo futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

À Coluna, o secretário-executivo da entidade, Cleber Busato, afirma que havia risco de a manobra impedir a demarcação de terras indígenas e ampliar autorizações para atividades agropecuárias e mineração.

A Funai, conforme anunciado nesta quinta (6), ficará sob o bojo do Ministério da Mulher e dos Direitos Humanos, com a futura ministra Damares Alves.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.