Now Reading:
PEC paralela pode extinguir isenção fiscal de igrejas e filantrópicas

PEC paralela pode extinguir isenção fiscal de igrejas e filantrópicas

Representantes das Igrejas – católica e neopentecostais – ONGs e associações beneficentes entraram em desespero. Uma emenda incluída na PEC paralela da Reforma da Previdência extingue as renúncias fiscais das entidades que as livra de impostos.

As exceções são os hospitais das Santas Casas, que têm o lobby forte de congressistas suprapartidários, estão praticamente quebradas e atendem boa parte do SUS.

A proposta tem apoio de vários partidos, o aval discreto do Planalto e é um cerco a muitas entidades ‘filantrópicas’ que, segundo o texto, oferecem pouca contrapartida social em detrimento da renúncia fiscal da qual se beneficiam. A ideia é fazer uma cobrança “gradual” de contribuição previdenciária na folha de pagamento. Os 20% do INSS.

O pente fino é válido para um Brasil cheio de entidades suspeitas. O problema é que o texto, como está, prejudica também muitas que realmente ajudam. A conferir.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.