Now Reading:
PF investiga trapalhadas nas expedições ao Araguaia

PF investiga trapalhadas nas expedições ao Araguaia

No mesmo despacho no qual determinou nova expedição ao Araguaia (TO) para resgate de corpos de dois guerrilheiros mortos na ditadura, a juíza Solange Salgado, da 1ª Vara Federal, ordenou que a Polícia Federal abra inquérito para investigar o sumiço de ossadas dos esqueletos recolhidos em viagens anteriores. E uma confusão causada por ex-militantes. No início de 2013 a Coluna revelou que foram encontradas ossadas de duas crianças entre os esqueletos. Elas foram desenterradas em cemitério de Xambioá. As crianças não tinham qualquer ligação com os mortos da Guerrilha.

Vaivém

A Justiça quer saber quem pegou os ossos de crianças em Xambioá. Também investiga a suspeita de sumiço dos ossos de João Carlos Hass e Líbero Giancarlo, o Dr. Juca.

Em paz

Meses depois da revelação, a Secretaria de Direitos Humanos organizou uma expedição discreta para devolver os ossos das crianças – que ninguém sabe quem eram.

Bagunça histórica

Os esqueletos de ex-guerrilheiros encontrados em quatro expedições desde os anos 90 foram levados para Brasília em caixas sem qualquer organização, por ex-militantes.

Via sacra dos ossos

Hoje, o que restou dos ossos estão em cofre da PF, tamanha a confusão protagonizada pelos familiares, que os levaram para a UnB, IML e Ministério da Justiça.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.