Now Reading:
‘Presos de Pedrinhas tinham chaves das celas’, diz governador do Maranhão

‘Presos de Pedrinhas tinham chaves das celas’, diz governador do Maranhão

O Carnaval de 2015 não será mais o que passou. É o fim da folia para detentos ‘poderosos’ do Maranhão.

Não bastasse o cenário negativo imposto pelos capítulos sangrentos do complexo penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, a Secretaria de Segurança Pública do Estado descobriu que presos tinham chaves das próprias celas e circulavam livremente pela unidade.

A revelação à Coluna é do governador Flávio Dino (PCdoB).

Os presos foram identificados e neutralizados. Agora a secretaria investiga quem deu as chaves, a que partes do presídio os delinquentes tinham acesso e se o pior acontecia: a saidinha para crimes nas ruas da capital.

Desde janeiro a situação se acalmou no complexo, pela atuação do governo e do xerife Jefferson Miller, o secretário de Segurança, com carta branca do governador.

MEMÓRIA

Cenário de rebeliões sangrentas desde o fim de 2013, com episódios infelizes que se arrastaram pelo ano passado, Pedrinhas ganhou a vitrine nacional a ponto de o ministro da Justiça visitar o Estado na tentativa de ajudar a então governadora Roseana Sarney (PMDB). Em vão.

A pedido do Departamento Penitenciário Nacional, o governo fizera uma lista aleatória de supostos líderes de facções para transferência para outros Estados. Lista que virou piada na Justiça porque ninguém sabia quem era líder ou comandado.

A situação chegou a ser tragicômica em alguns casos. Durante um flash ao vivo em rede nacional para TV, enquanto um repórter falava, dezenas de presos ao fundo pulavam o muro do presídio em fuga.

BOAS-VINDAS

Quem conhece rumos da investigação da Operação Lava Jato, que estreou em São Luís, tem certeza de que os detentos de Pedrinhas ganharão novos colegas. Cedo ou tarde.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.