Brasília -
loader-image
Brasília, BR
12:56 am,
temperature icon 21°C
céu limpo
Humidity 88 %
Wind Gust: 0 Km/h
16 de abril de 2024 - 0:56h
Parceiros
Brasília - 16 de abril de 2024 - 0:56h
loader-image
Brasília, BR
12:56 am,
temperature icon 21°C
céu limpo
Humidity 88 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

Prisão do ex-chefe da PC do Rio aumenta racha entre polícia e MP

Foto: Reprodução/Agência Brasil
#compartilhe

A surpreendente prisão do ex-chefe de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Allan Turnowski, que disputa a eleição para deputado federal, reacendeu a briga velada entre a Polícia e o Ministério Público – autor do pedido de mandado de prisão – sobre o poder de inquérito que os procuradores sonham ter.

Isso causa racha também em Brasília entre o MPF e a PF. Um mistério continua. Enquanto o MP aponta indícios de envolvimento de Allan com o jogo do bicho, não explica por que documentos sigilosos da operação no Jacarezinho, carimbados pelo MP, foram encontrados com traficantes alvos.

Em contato com a Coluna o MPRJ enviou a seguinte nota: “O MPRJ informa que, à época da apreensão dos documentos, esclareceu que a ação penal pública 0158323-03.2020.8.19.0001, com oferecimento de denúncia nos autos do Inquérito Policial nº 025-01696/2020, foi ajuizada em 22/4/2021, tendo sido recebida no dia 28/4/2021 pelo Juízo da 19ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, oportunidade em que foi suspenso o sigilo do processo, tornando públicas todas as peças processuais naquela data a advogados das partes (https://www.metropoles.com/brasil/exclusivo-documentos-do-mprj-sobre-acao-no-jacarezinho-foram-apreendidos-na-comunidade?amp). No curso das investigações feitas pela Força-Tarefa instituída pelo MPRJ para apuração das mortes ocorridas no Jacarezinho foi identificado que as peças referidas pelo jornalista foram entregues aos traficantes por uma pessoa identificada como advogado no telefone celular de uma das vítimas.”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.