Brasília -
loader-image
Brasília, BR
12:25 am,
temperature icon 20°C
céu limpo
Humidity 77 %
Wind Gust: 0 Km/h
29 de maio de 2024 - 0:25h
Parceiros
Brasília - 29 de maio de 2024 - 0:25h
loader-image
Brasília, BR
12:25 am,
temperature icon 20°C
céu limpo
Humidity 77 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

Projeto apoiado por ministra da Agricultura barrou penas mais duras para incendiários

Foto: DCI
#compartilhe

As penas para os fazendeiros incendiários presos pela Polícia Federal no Pará, ontem, poderiam ser mais duras. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM-MS), atuou em 2016 na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados para derrubar o PL 3981/15 que previa o dobro da pena para quem provocar incêndio em mata ou floresta.

O projeto foi para a fogueira com a ajuda dos ruralistas. Relatora da proposta, a deputada argumentou que, se há incêndios, não é por falta de proibição: “Em um sistema de comando e controle, como está estruturada nossa legislação ambiental, os comandos estão claros, mas tem falhado o controle”.

A então deputada justificou ainda que, em muitos casos, o dono da terra queimada é responsabilizado pelo incêndio sem ser de fato o autor do crime. As penas poderiam chegar a 8 anos de reclusão. A pena atual é de 2 a 4 anos. Ontem, a PF prendeu fazendeiros no Pará que incendiaram 5 mil hectares de mata.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.