Brasília -
loader-image
Brasília, BR
7:31 am,
temperature icon 15°C
céu limpo
Humidity 82 %
Wind Gust: 0 Km/h
28 de maio de 2024 - 7:31h
Parceiros
Brasília - 28 de maio de 2024 - 7:31h
loader-image
Brasília, BR
7:31 am,
temperature icon 15°C
céu limpo
Humidity 82 %
Wind Gust: 0 Km/h
Parceiros

PT esquece ataques de campanha, e fala em conciliação com Alckmin

Foto: Reprodução/Agência Brasil
#compartilhe

Nada é certo, a despeito da conversa entre Lula e o ex-tucano. PSD pode ser a opção para candidatura ao Governo.

A cúpula do Partido dos Trabalhadores assegura que as resistências – principalmente da ala esquerdista radical – à possível aliança entre o ex-presidente Lula da Silva e o agora ex-tucano Geraldo Alckmin foram superadas internamente.

Independentemente do partido ao qual Alckmin decidir se filiar – PSB ou PSD – a chapa terá o apoio do PT de Norte a Sul. Sobre as trocas de acusações entre Lula e Alckmin anos atrás – durante a campanha de 2006, principalmente – a posição dos petistas agora é de “conciliação”, palavra muito usada nas últimas reuniões dos caciques do partido.

A priori, até semanas atrás, Alckmin era tido como potencial candidato do PSD ao Governo de São Paulo – o que não está descartado, ainda, pelas conversas que Gilberto Kassab, controlador do partido, tem tido com aliados. A próximos, Kassab repete que Alckmin é seu candidato ao Governo dentro ou fora do PSD.

Um novo encontro acontecerá nos próximos dias, entre o ex-presidente e o ex-governador, costurado pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, também atua, agora, para consolidar a eventual chapa Lula/Alckmin.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.