Now Reading:
Risco de quebra de sigilo em CPI dos Cartões de Crédito

O tempo promete ficar carregado na CPI dos Cartões de Crédito. Sem resposta concreta até agora para a cobrança abusiva de juros por parte das operadoras, o presidente da  comissão, senador Ataídes Oliveira, do PSDB do Tocantins, vai pedir a quebra de sigilo bancário e telefônico dos principais representantes do setor.

“Acham que está tudo tranquilo, que cobrar 500% de taxa de juro num cartão rotativo é algo normal, enquanto nossos países vizinhos, como a Venezuela, cobram 45% ao ano”, conta o presidente da CPI.

O Senador gostaria de entrar em um acordo com os bancos e com as credenciadoras para baixar os juros do cartão rotativo para um patamar que considera decente, e de fato normal, mas não vê boa vontade.

Ataídes contou à Coluna que a probabilidade dessa quebra de sigilo ocorrer na próxima audiência é grande. “Alguém está ganhando muito dinheiro às custas do nosso povo. São 52 milhões de usuários de cartão rotativo. Vamos mostrar quem tá ganhando esse dinheiro, não acho que sejam só os bancos”, destaca.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.