Now Reading:
Sequelas eleitorais: Marília Arraes evita cumprimentar João Campos

Sequelas eleitorais: Marília Arraes evita cumprimentar João Campos

Enquanto a maioria dos prefeitos eleitos Brasil adentro elogiam seus adversários e acenam para novos tempos, e muitos derrotados cumprimentam os substitutos, a petista Marília Arraes, no Recife, não telefonou para o primo eleito, João Campos (PSB). Há rumores de que Marília já está se lançando candidata em 2022 e anuncia o afastamento definitivo com futuras alianças com o PSB que detonou as gestões do PT na campanha deste ano.

Em resposta à Coluna, a assessoria da petista comunica “De forma alguma ela está se lançando candidata a governadora. Ela é deputada federal e vai continuar a se dedicar a seu mandato, servindo a Pernambuco e ao Brasil, e colocando inclusive em perspectiva a candidatura à reeleição. Ainda sobre 2022, a única certeza que Marília Arraes tem é de que estará na oposição ao PSB em Pernambuco”.

A Coluna apurou que dona Ana Arraes, avó de João e tia de Marília, os primos adversários, confidenciou a amigos ter se irritado com o marketing da campanha da petista, que usou uma fala da ministra do TCU criticando João. No campo político, o eleito agora pode dispensar ou manter os cargos comissionados do PT na Prefeitura. No 1º turno, o grupo do senador Humberto Costa o apoiou, mas no 2º, fez oposição.

A assessoria de João Campos informa que “Marília não ligou pra João” e complementa que ” 50% dos cargos em todos os níveis serão ocupadas por mulheres, negros, pardos entre outros segmentos”.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Input your search keywords and press Enter.